Meus olhos se fecham para uma mente brilhar em cima de novas ideias.

O destino foi finalmente me mostrando novos caminhos. Há em mim agora, um aglomerado de imagens, que eu ainda não vi mas, ao mesmo tempo conheço como habitual.

O circo é o mundo e a vida é um sonho. Sendo assim, você já ficou sabendo do seu futuro hoje? Reparei com o passar dos últimos meses, morando há 400km de onde eu sempre vivi, que as pessoas vão me contando do meu futuro, aos poucos! – dia após dia.

Reparei mais cedo no trem, que uma mulher tinha Afasia. Ela explicava pra sua amiga, que esse termo correspondia a uma doença onde se pensa mas não fala. Se não, fala de-va-gar.

Pulei em pleno voo – do trem. E alguém gritava também ao cair:

“Olá!!! Estamos procurando passageiros para uma viagem rumo à:”

Ainda não me contaram essa parte do futuro que certamente deve ser meu. Mas, como todo mundo espera algo de um sábado à noite, também gritei junto. Talvez, eu faça parte do futuro de alguém e serei o cara que vou contando aos poucos como a sua vida vai acontecer.

De resto, viver é automático?

Igor Florim