img_4735

Muitos sons ao meu redor. Gritos eletrônicos soando pela vizinhança

Os caras do bairro procuram um novo amigo

Anunciando em alto falantes: tem alguém aí?

Estamos perdidos

Cogitei passear com os caras

Talvez eu grite bem forte igual eles gritam

Mas querem de mim outras coisas

Soam por aí promessas de novos tempos. Parece que se esqueceram destes ciclos antigos do planeta. A bem da verdade, nunca aprenderam nada por aqui. Vidas amorfas que vagam pelo planeta gritando: mais alguém quer vagar comigo?

E nunca se despertam

Bateram na minha porta. Se esqueceram do olho mágico e eu fiquei lá

Observando

Eram uns cinco. Acho que as paredes tem ouvidos

E eu com minhas asas saltei do dirigível em sonho

Dava pra ver o planeta inteiro. Demorei até pegar velocidade e vir pairando por cima de continentes inteiros

Este tipo de voo tende a percorrer tudo o que eu sou

Pousei bem distante daquela porta

Eles ficaram para trás novamente

Nem em sonho estes lagartos me pegam mais

Batendo

Asas

Encontrei você voando junto comigo

A gente quase deitava no ar, de tanto fluxo

Um colchão de vento que nos apoiava para um voo sem interferências

Iluminado e florido

Aqui nos céus fica bem mais fácil falarem conselhos nos nossos ouvidos

Entendemos os próximos passos

E batemos as asas fortemente

Bateram

A porta tremia a cada golpe

Parecia que no próximo chute ela iria se trincar e soltar farpas por toda a casa

Saltando

Voando em todas as direções

Atingindo velhas acomodadas almas

Tramando rota pro seu peito

Voamos muito

Vento

Raios do lado de fora

E quando tudo se silenciou, não conseguíamos mais mover nenhuma parte de nós

Todos, das forças que me invadiram aos amigos voando ao meu lado

Todos

Paralisados

A força maior chegou. Todo mundo entendeu o recado. Nos soltou e a gente imediatamente respirou com muita rapidez

Lufadas de ar para dentro do meu peito

Mais um pouco e morreríamos sem ar

Mas todos ouviram bem as instruções

Eles saíram. Eu fui tomar um banho. Os demais voaram

Depois eu vou atrás deles

Agora precisamos pensar nisso tudo que está por vir.

Igor Florim