Era um dia como tantos outros

Parece que o tempo não passa e eu pensando o tempo todo

É incrível como existem pessoas empenhadas o bastante no mal alheio

Fazem de tudo

Mas eu respirei bem forte

Perdoo todos

E para o desespero deles, virei as costas

Todo o teatro que previam fazer foi por água abaixo

Vão cuidar de suas próprias vidas!!!

Nunca mais os vi

Fiquei pensando em tantas coisas

E se eu não tivesse a opção de ir embora…

Fugir…

Nunca mais vê-los…

Todo conflito é uma faísca divina e Deus lá no alto torcendo pela revolução

Só assim iremos progredir

Lidando

Amo todas as pessoas

Libertei esse ódio que me atingia

Era este o meu ponto fraco

E eu errava todos os dias

Me importando com ilusões alheias

Já não vivo nesse mundo

Vejo com os meus próprios olhos

Tirei a tarde para desenhar uma obra

Projetar uma vila

Foram horas calmas

Relaxei de verdade

O que falta acrescentar?

Às vezes eu modifico tudo o que estou escrevendo, compondo ou projetando

Apago tudo

Reinicio do zero

E fica tão mais belo do que antes

Sempre tão mais belo

Que me resta pensar no trajeto

Que triste seria para a minha evolução pular alguma fase

Mas isso não existe. Isso não acontece. O seu destino está escrito

Cada ação é uma letra e um número

Ou seja: Se estou na fase C-293847, talvez eu precise ir para o C-293848 ou resolva progredir ao estágio D-1

Este é o nosso livre arbítrio

Acredite você ou não, mas ensaiamos a vida muitas vezes antes de nascer

É um teatro com falas decoradas

Trajetos definidos

E no final disso tudo, é você

Como você está hoje?

Durante a tarde ventava tanto

O dia fresco

As janelas abertas

Aquele ar que corre a sala, que movimenta os papéis, que revigora a alma

Eu estou muito bem

Este dia soa como uma novela para mim

E ainda há tanto mais para acontecer

A noite e a madrugada será contemplada de bons momentos

Acho que aprendi a dar valor às coisas

Independente de ser uma chata manhã estressante

Ou uma longa tarde de trabalho

E quem sabe a noite

A noite está por vir

Fora do meu domínio

Tudo o que está por vir, está fora do que eu possuo

Então, que exista o agora!

Que a vida se manifeste!

Vou trabalhar agora a noite

Encontros preciosos

Diálogos sagrados

Há um grupo de pessoas do qual eu faço parte

Estamos trabalhando o tempo todo

Não vamos parar

Quer dizer… na madrugada a gente para um pouco

Até lá

Que a noite ocupe a vida

Hoje é sábado

E que os negócios produzam heranças aos meus futuros filhos

Eu não sei onde vou parar

E se por acaso eu decidir viver num constante fluxo, não me julgue

A bem da verdade, pare de julgar tudo e todos

Cuide da sua vida

Fomos cautelosos no luar

Passos definidos e limpos

É uma arte isso de andar na lama e nunca se sujar

Lúcido

Homem.

Igor Florim