Às vezes não importa o quão longe você chegara

Se afastando de inimigos, tentando espairecer a mente ou só fugindo na busca de um abrigo

Atendi o telefone há uma hora e desde então aqui estou

No mesmo lugar

Talvez a coisa que mais irá doer dentro de ti seja aquele sincero pedido de ajuda, uma nova última tentativa

Mas não quiseram te ajudar

Ficamos imóveis na mesma cadeira, absorvendo o luar, eu me esquentando com a fogueira que fizemos

Tudo muito natural

Eu que já sou bem moço, desliguei o telefone e engoli a seco

Foi profundo

Desceu rasgando

Um dia o meu pai me disse uma coisa que eu jamais irei esquecer

Meu filho, na vida tudo passa

E de subtexto eu escutei a sua angústia, a sua dor, o peso de ser o homem que é e ter feito as escolhas que fez

A lealdade é a coisa mais bonita que eu aprendi nessa vida

Desde então eu fui tudo o que sou com aqueles que eram recíprocos

E com os que não eram… doía demais não me sentir amado

Hoje eu precisei de alguém

Mas agora eu preciso recomeçar

Correr até o mar, me jogar no chão durante o caminho, sentir a areia fria na pele que eu vivo

Fiquei esticado sob a lua

Areia até no meu nariz

Essa naturalidade toda… milênios de humanoides pelo planeta terra, evoluindo, nascendo, fugindo, morrendo

Quase todos sem pensar em dinheiro algum

A gente perdoou aquela pessoa que não quis nos ajudar

Viramos a página, foi tão rápido

A noite está evoluindo, note o mundo que eu sinto, esse ápice lunar, essa energia sagaz

Talvez o mundo todo nos esqueça pelas próximas horas e nós, offline do mundo, sejamos felizes mais um pouco

Nem todos os dias você estará feliz e cantando, nem sempre o mundo ajuda quem não tem planos

As estrelas estão caindo

Me sinto vivo

Peguei uma carona estelar

Foi ocasional

Aceitei essa ajuda

Acho que não estou desamparado

Levei alguém comigo, do meu lado

Note esse universo

Isso é tudo o que eu penso.

Igor Florim